Bates Motel (2013)

 Bates Motel, Blogger, Daniel Arrieche, Séries  Comentários desativados em Bates Motel (2013)
nov 272014
 
Author Rating / Nota do Autor:

batesmotelTMPC

 

 

O clássico “Psicose” dirigido e produzido por Alfred Hitchcock em 1960 teve grande repercussão na mídia no momento de seu lançamento, uma vez que modificava a maneira de se ver e fazer cinema. Um cinema pensante e com traços de um personagem extremamente transtornado psicologicamente, e que faz o espectador viver o drama até seus últimos minutos, saindo estupefato das salas. A história do psicopata Norman Bates é contada desde o seu início no seriado “Bates Motel”, onde o filho adolescente e a mãe Norma chegam a uma pequena cidade para assumir e administrar uma herança de família: uma pousada de beira de estrada. O seriado, que vai para a terceira temporada, é contemporâneo e mistura a tecnologia dos dias atuais (celulares, wi-fi, laptops, etc) com detalhes da época da obra original (carros, telefones fixos, poços artesianos, etc) fazendo com que o público consiga quase interagir com as tramas. A primeira temporada insere o público no ambiente da pequena cidade de Pine White Bay, onde a principal atividade é o plantio e distribuição de maconha. O tráfico da droga é liderado por dois grupos distintos que vivem por disputar o comércio local: em um destes grupos está Dylan, irmão de Norman, que tem papel fundamental na história familiar mais adiante. Já o foco da segunda temporada traz à tona as revelações sobre cada personagem e a formação de caráter e identidade de cada um, fazendo com que tudo tome forma, e em especial desenvolve cada vez mais a relação Édipo/Jocasta entre mãe e filho (Norma/Norman) até um ponto em que parece insustentável as reviravoltas e ataques mútuos entre os próprios Bates e que, por consequência acabam atingindo diretamente até os habitantes locais. A personalidade de Norman Bates vai ficando cada vez mais psicótica pela pressão super protetora exercida pela mãe, e reagindo de maneiras inesperadas a cada episódio. Infelizmente quem já viu a obra original sabe como o excelente seriado termina, delimitado pelo filme original interpretado por Anthony Perkins. Mas até chegar lá, muita água e muito sangue deve rolar… vale cada detalhe, cada segundo!

 

 

Link para o IMDb