jan 062016
 
Author Rating / Nota do Autor:

Cinezone Poster - Revenant

Tenso. É uma das muitas palavras que podem definir a nova obra de Iñarritu. O aclamado diretor entra definitivamente no hall dos grandes de Hollywood. Talvez pelo fato de não ser americano, ou ainda, pelo fato de ser um latino fazendo sucesso na terra dos gringos, ele teve de se superar ainda mais. O Oscar de Birdman (2014) parece não ter sido o suficiente para que sua técnica apurada e visão diferenciada fossem reconhecidas. Em “O Regresso” se existia alguma dúvida de sua unanimidade, já não existe mais.

As cenas iniciais de “O Regresso” são grandiosas em todos os sentido com grandes planos muito abertos, e com sequências de tirar o fôlego. A câmera vai se movimentando ora como se fosse um animal de caça que acompanha seu dono, ora como se fosse uma águia que observa atentamente suas presas, ou ainda como uma subjetiva nos olhos do primeiro protagonista. A cena de luta e guerrilha travada no início já diz que tudo o que segue terá a mesma linha de cuidado e dedicação. A fotografia é um deleite a parte.

Quanto ao elenco: definitivamente se não for o melhor papel de Leonardo DiCaprio, com toda certeza é o maior. Há quem fique esperando o prêmio ao ator ser negado pela quinta vez para poder critica-lo, mas não há como ficar imune a toda emoção e sofrimento, luta pela sobrevivência e sede de vingança carregados. Tom Hardy também faz um papel próprio e parecendo ser escolhido para ele (ainda que se saiba que o ator escolhido inicialmente seria Sean Penn – que já trabalhou com o diretor em “21 Gramas“), grotesco e com escrúpulos apenas para si mesmo.

Tema abordado seguidamente nas obras do diretor é a condição humana. As alfinetadas frente a sociedade que não aceita o diferente são constantes: “eles não te enxergam pelo que você é, ou o que você faz: apenas olham para a cor da sua pele e te definem.” A segregação racial como forma definitiva de abordagem desde os tempos mais remotos da sociedade como ela é. Ou sempre foi.

Comentar mais alguma coisa a partir daqui seria entregar mais detalhes desta grande produção, que merece ser observada com todo o cuidado e respeito pelo trabalho que merece. Uma grande obra, com grandes atores e super-produção que movimenta o espectador explorando sentimentos e emoções quase primitivas que afloram a cada minuto.

Memorável. Épico. Simplesmente: Cinema, com “C” maiúsculo!

 

 

Título Original: The Revenant

Direção: Alejandro Gonzáles Iñarritu

 

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)