maio 142015
 
Author Rating / Nota do Autor:

Cinezone WhiteGod poster

 

Filme sensação em Cannes e concorrente ao Oscar pela Hungria, “Deus Branco” não chega a ser uma obra prima cinematográfica, porém assusta e espanta pela coragem como foi feito. A história nos apresenta Lili: uma menina de treze anos que com os pais separados tem de ficar algum tempo com o pai em virtude de uma longa viagem da mãe a trabalho. Ela tem como companheiro fiel o cão Hagen, um labrador mestiço. Entre idas e vindas no relacionamento conturbado no apartamento onde então está convivendo, seu pai em um ataque de fúria resolve livrar-se do cachorro, deixando-o as margens de uma rodovia de Budapeste jogado a própria sorte. Tem início uma saga de dor e sofrimento para todos os lados, e as vidas são contadas paralelamente até o fantástico desfecho.

O filme é uma referência a obra de 1982, onde um cão branco é treinado para atacar e matar pessoas negras. Nesta obra do diretor húngaro Kornél Mundruczó (que também faz uma ponta), as idéias não param somente nas simples e meras comparações, pois acabam se traduzindo em vias de pensamento muito mais complexas do que a relação de afeto entre uma menina e seu “melhor amigo”. O animal que percebe tudo a sua volta e parece entender a evolução de uma sociedade e a adaptabilidade que deve sofrer para entender e suportar o peso da hipocrisia, xenofobia e o esmagamento sistemático de minorias: ser atacado simplesmente por ser inocente.

O homem é figurado como o “deus branco” que designa quem vive ou morre, quem pode ser “aproveitado” ou não pela sociedade. Isso fica claro na abertura do filme, quando em um abatedouro o de o pai de Lili abre um animal inteiro para inspeção.

Uma vez que a menina toca um instrumento de sopro, é possível fazer uma analogia ao conto medieval alemão do “Flautista de Hamelin”, que podia enfeitiçar animais e crianças com sua flauta mágica.

Conto ou realismo fantástico, fato é que “Deus Branco” (White God) é um filme para ser visto e revisto.

 

Link para o IMDb

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)