mar 042015
 
Author Rating / Nota do Autor:

OMPC_Superpai

 

O próprio nome do filme “Superpai” é uma ironia. Nem pai, nem super, nem quase nada.

Desempregado e com a moral baixa, Diogo (Danton Mello) tem um filho e é casado com Marina (Mônica Iozzi). Aparentemente vivendo em um mundo alheio ao de sua esposa, se demonstra relapso as responsabilidades do dia e os passa jogando cartas com os vizinhos. Mas em uma situação improvável, sua esposa tem de sair as pressas de casa e ele tem que tomar conta do filho sozinho, justamente na noite que um encontro com ex-colegas, marcado há quase vinte anos acontece. A confusão inicia quando ele resolve fazer as duas coisas ao mesmo tempo…

Entre altos e baixos o cinema nacional desafia semana a semana a lógica das boas criações e roteiros interessantes, com as enfadonhas idéias de roteiros chupados com piadas prontas, racistas e sexistas. E por vezes até remetendo aos anos sessenta. Alguém lembra de algum filme nacional que não tenha referência a sexo, ou ainda não tenha uma única cena apelativa? Não impossível. Difícil.

As tentativas de não fazer uma comédia apelativa se chocam com a necessidade de riso fácil, com a inserção de esforçados atores da área (Antonio Tabet, Dani Calabresa, Thogun Teixeira e Juliana Didone) e a cada minuto que vai passando a ideia vai se esvaindo, não flui com consistência e acaba por ser mais do mesmo. Ainda que com a tentativa de um humor escrachado alá “Porta Dos Fundos”, as piadas conseguem extrair risos e algumas pinceladas de lucidez, mas são em pouquíssimos e raros momentos.

Spoiler: o golpe de misericórdia vem com a tentativa de uma “moral da história” quando, invadindo um reduto criminoso dominado pelo “bandido” Rafinha Bastos, os heróis conseguem libertar crianças do trabalho infantil. Não bastando, são abordados por policiais liderados por Danilo Gentili.

Não deslancha. Nem com “Porta Dos Fundos”, nem com o elenco do “CQC” em peso. Nem com Nicole Bahls. Nem nada. Quase nada.

LInk para o IMDb

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)