out 222013
 
Author Rating / Nota do Autor:

Os-Suspeitos

Talvez o título equivocado dado no Brasil (como muitos outros) seja o único porém deste empolgante thriller de suspense sem precedentes: é a flor da pele a cada minuto e empolgante até o último segundo. O elenco de primeira qualidade já prenunciava um grande filme, porém havia receio que em uma obra de mais de duas horas pudesse almejar bocejos em alguns expectadores ou ainda tédio em determinados diálogos: NÃO! Vale cada centavo da exibição na telona. Em um dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, duas meninas de famílias vizinhas desaparecem na tarde fria de um pacato bairro. O principal suspeito é o motorista de um trailer (Paul Dano) que não possui todas as faculdades mentais em perfeito estado, porém parece incapaz de maltratar qualquer ser. Sem provas ou qualquer vestígio das meninas, a polícia se vê na obrigação de solta-lo. Furioso com a ineficiência das autoridades, um dos pais (Hugh Jackman) resolve sequestra-lo e tortura-lo até descobrir onde estão as crianças. Mas em momento algum há certeza de nada. Nem dos pais, nem do paradeiro das crianças, nem mesmo se estão vivas… nem mesmo se o então preso tem alguma culpa. O diretor Denis Villeneuve conduz a trama com maestria e consegue em lances lentos de câmera captar cada detalhe, desde os rostos do impulsivo e excelente Keller Dover até as simbologias e piscadas metódicas do policial interpretado por Jake Gyllenhall. Mas a obra não é apenas técnica e abusa dos conceitos éticos e morais, onde talvez os fins possam modificar os meios: a tradução entre o certo e o errado, o impulso via de regra religiosa e a intencionalidade de fazer com que o público intensamente acredite… na dúvida. As relações entre pais e filhos / maridos e mulheres mostram em muito a fragilidade de um sistema familiar as vezes medieval, as vezes avançado demais para nossas falhas mentes humanas. Excelente!

Link para o IMDb

Sorry, the comment form is closed at this time.