out 032013
 

homeland

Claire Danes (Romeo + Juliet) é Carrie Mathison, uma agente da CIA que desconfia que o fuzileiro Nicolas Brody (Damien Lewis, Band of Brothers), desaparecido há oito anos no Iraque e resgatado de seu cativeiro, tenha se tornado um terrorista. Mas Carrie é a única que desconfia de Brody e o fato de ela ter alguns probleminhas mentais não a ajuda a convencer mais ninguém.

Carrie é obcecada por Brody e durante as duas primeiras temporadas ela vai do ódio ao amor pelo fuzileiro ruivo. Agora, começando a terceira temporada, ela está em apuros de novo, devido aos inúmeros erros que cometeu e agravado pelo histórico de problemas mentais.

Roteiro e personagens muito bem construídos e excelente direção. Uma das melhores, senão a melhor, atuações de Claire Danes. Lewis faz um ótimo trabalho. Não conheço trabalhos dele além do maravilhoso Band of Brothers, onde ele também está muito bem.

Além deles, contamos com a atuação impecável do veterano Mandy Patinkin no papel de Saul Berenson, chefe de Carrie. A carioca Morena Baccarin (Firefly) também faz excelente trabalho no papel da esposa de Brody, apesar de seu personagem ser daqueles que não ganham a simpatia do público.

Tenho grandes expectativas para esta terceira temporada. Tem tudo pra continuar sendo um sucesso, só precisam ter cuidado para que o público não canse da bipolar Carrie.

Link para o IMDb

Sorry, the comment form is closed at this time.