nov 142011
 

Um clichê atrás do outro. E o melhor: sem ser clichê. Não consigo rotular este filme como comédia romântica ou como drama existencial, ou ainda como familiar. É filme de roteiro bem escrito e burlescamente inevitável com cenas inesperadas e outras nem tanto. Onde incrivelmente se vê Steve Carel em um papel dramático e Marisa Tomei descabidamente cômica. A primeira cena define a trama com a separação do casal, antes juntos por 25 anos e agora enfrentando situações difíceis e peculiares ao fim de um longo relacionamento. Preste atenção na sutileza dos detalhes e será impossível não se colocar no lugar de algum personagem: Julianne Moore, Kevin Bacon (quase um ponta) e Ryan Gosling (no máximo esforçado) fecham a “intrépida trupe”. Um filme que surpreende pela agilidade sem ser mais do mesmo. Ah! E não esquece de agradecer a escolha da trilha sonora!

Sorry, the comment form is closed at this time.