nov 142011
 

Quem estava esperando uma apresentação próxima a “Hora do Espanto” de 1985, pode gostar desse remake com Colin Farrell no papel do vampiro Jerry. Um pouco mais de tecnologia aqui, umas pitadas de inovação ali e se perde parte da sessão remember… explico: o caçador de vampiros que apresentava o programa de telvisão no estilo “Além da Imaginação” de ontem, hoje é um egocêntrico e gigolô, que usa peruca e piercing, beberrão e de calça colada. Já os adolescentes medrosos usam cameras infra-vermelho, tem contas no Twitter e Facebook e apenas receio de encarar uma realidade alternativa, enquanto os anteriores se borravam da lenda de Bram Stocker, sendo que contavam apenas com câmeras fotográficas, algumas revistas em quadrinhos e livros empoeirados. O vilão hoje é um “bad boy” que sente o cheiro de fêmeas no cio, gosta de Budweiser, tem uma pick-up tunada, morando em um condomínio fechado, e que não lembra em nada o anterior, sombrio e charmoso Chris Sarandon (preste atenção na ponta em que ele participa da cena na estrada). Quem não viu o clássico oitentista pode gostar dessa produção (bem feita), porém quem é fã dos velhos tempos pode não reconhecer nem a si mesmo… Ah! Se puder não entre na sessões 3D (argh!), pois além de mais caras perdem a nitidez de um filme rodado exclusivamente a noite. Fica a dica.

Sorry, the comment form is closed at this time.